Gatos de exterior vs. Gatos de interior | KittyPack - Gatos Felizes

Gatos de exterior vs. Gatos de interior

Os gatos são animais que têm tendência a oscilar os cuidados de saúde, conforme o modo de vida ao qual são habituados, assim, os gatos de interior têm tendência a viver durante mais tempo. Existem estudos que comprovam que a esperança de vida de um gato de interior é de cerca de 12/13 anos, podendo atingir os 17 ou mais anos de vida.

Gatos de Exterior

 

É importante que os gatos de exterior sejam esterilizados. Os machos que não são castrados, acabam por apresentar um maior risco para se envolverem em lutas  e estas poderão causar feridas que muitas vezes infectam e/ou causam problemas de saúde. Os gatos que já se encontram castrados,  têm uma menor tendência para se envolverem nestas lutas, pois já não se encontram com a mesma estimulação hormonal.

À semelhança do que acontece com os machos, as fêmeas que não forem esterilizadas correm um maior risco de engravidar, sempre que apresentam o cio.

Se tens um gato de exterior, os cuidados relativos à vacinação e desparasitação, passam por certificar que o animal é vacinado contra doenças infecciosas, especialmente as que transmitam secreções (como é o caso da leucemia felina). O gato deverá ser desparasitado regularmente contra os parasitas internos e externos, uma vez que se encontram com uma maior probabilidade de contaminação por parte destes parasitas.

Um gato com acesso ao exterior, terá uma maior probabilidade de ter acesso a ambientes tóxicos, como é o caso dos líquidos dos automóveis que têm um sabor adocicado e por instinto, o gato poderá acabar por ingerir ou passar por cima de um líquido derramado e de seguida lamber as patas, resultando em envenenamento.

Nunca te esqueças de identificar o teu gato com o teu nome e um contacto, de modo a que caso se perca, quem o encontrar possa entrar em contacto contigo.

Uma boa solução poderá passar pela implantação de um microchip.

Gatos de Interior

 

Animais muito inteligentes, os gatos de exterior têm tendência em ingerir ervas que os ajudem a eliminar os pelos ingeridos, enquanto os gatos de interior necessitam que os donos lhe proporcionem esta oportunidade. Isso poderá passar pela ingestão de um alimento enriquecido em fibras que o ajudará.

Os gatos têm o instinto natural de identificar o seu território através de marcações com as unhas. Enquanto um gato de exterior poder realizar essa tarefa em postes de madeira, árvores, etc, um gato de interior necessita que tu lhe forneças esse espaço, caso contrário irá inevitavelmente arranhar os móveis.

É muito importante que adpte os espaços a um gato de interior, sendo que este não tem a mesma oportunidade para realizar a mesma quantidade de exercício que um gato de exterior. De modo a compensar esta situação, é importante que lhe forneças brinquedos adequados à idade e que estimulem o exercício.

A alimentação adequada faz parte sobretudo de um gato de interior. Tudo isto depende de vários factores, tais como, o tempo que passa a dormir, frequência de limpeza (com especial tendência para a formação de bolas de pelo e posterior aumento de peso).

Os alimentos indicados para os animais com este modo de vida, contêm um valor energético baixo e uma suplementação alimentar com fibras para facilitar a eliminição natural das bolas de pelo.

Seja qual for o modo de vida do teu gato, existe sempre uma forma de garantir o seu bem estar.

Artigos relacionados

Mitos sobre gatos

A reputação dos gatos foi-se adaptando aos tempos e neste sentido, foram criados mitos sobre a espécie.

Sensibilidade na cauda

As reações são diferentes de gato para gato, por vários motivos.

Gatos e mudanças

Os gatos estão tão enraizados na sua casa, tal como nos seus hábitos.

Mantém-te a par das novidades

Subscreve a nossa Newsletter e descobre mais sobre cuidar do teu gato com KittyPack